Saturday, January 17, 2009

LÁGRIMAS DO RIO!...


Fotos da Ilha de S. Miguel!...


Lágrimas do rio magoado,
num corpo cansado,
cansado da dor,
na mágoa do amor.
Lágrimas de sangue,
do sangue do seu coração!

Rio grande e largo
lava essas mágoas
do pesado fardo.
Leva-as contigo,
rio abaixo...
Sedimenta-as no lodo,
mas, aproveita e purifica
as que amadurecem
o Homem que fica!
Reflecte a casa, o arbusto
daquela alma,
no teu espelho corrente
e mostra-lhe utilidades.
Não destruas
a barragem humana
com a raiva
das tuas lágrimas.
Alimenta-a, antes,
e faz jorrar
todas as fontes vivas.
Cobre de verde esperança
as margens da tua vida.
Deixa subir
a montanha que te sucede
para que, chegado ao cume,
possa apreciar o rio,
o rio maravilhoso da vida.

Pensamento & Fotos,

Fernanda Costa

Lisboa, 17 de Janeiro de 2009
Posted by Picasa

13 comments:

Paula Raposo said...

Muito belo o teu poema! As fotos complementam toda a beleza. Um post lindíssimo, Fernanda! Muitos beijos.

manuel marques said...

As lágrimas possuem uma força especial: derretem gelo e aquecem corações .

Beijos de ternura.

MPereira said...
This comment has been removed by the author.
Codinome Beija-Flor said...

Se até mesmo os rios secam, haverá o dia que secaram as lágrimas de dor.
Lindo poema.
Bjinho

A Teoria do Kaos said...

Belas fotos!

Beijocas

paula barros said...

Não se pode deixar raiva e mágoas estragar o brilho da vida.

Sempre há um rio de belezas a nos percorrer.

abraços

gaivota said...

lágrimas dentro do rio de uma pessoa sensível que tanto correm, sem destino por vezes, mas nunca à deriva!
bom domingo, fernandinha
beijinhos

Brancamar said...

Depois de percorrer vários dos teus espaços, termino neste maravilhoso rio da vida e só termino porque me esperam.
Voltarei logo para ver o resto que é sempre um deslumbramento com os teus Açores como pano de fundo.
Beijinhos
Branca

PURO AMIGO said...

Ola
Já não tenho lágrimas para choros
Secaram com os tempos e com ventos
Tempos esses crueis de muita dor
Que passado e presente me sorteou.
Não rima, estou esgotado das viagens.

*izil* said...

Obrigada pela visita, seus blogs tamém são otimos, adorei
Izil

Multiolhares said...

Devemos nos esforçar por subir a montanha, pois é lá em cimo como tão bem dizes que podemos contemplar a beleza
beijos

UMA PAGINA PARA DOIS said...

Lindo poema Fernanda! como tudo por aqui, queria sua permissão te postar alguns de seus poemas com todos os créditos a você e seu blogger
Abraços

Cadinho RoCo said...

Por natureza os rios são nossos eternos aliados. Só não sei é se a recíproca é verdadeira.
Cadinho RoCo