Tuesday, June 10, 2008

O CONFORTO DAS PEQUENAS COISAS

Oh, o conforto,o inexprimivél conforto de nos sentirmos seguros junto de uma pessoa:
Não termos que ponderar os nossos pensamentos nem medir as nossas palavras, mas apenas deixá-los seguir o seu curso. Tal como são - a palha junta com o trigo, sabendo que uma mão fiel os apanhará e os passará pela joeira, guardando o que vale a pena guardar, e soprando o resto pelos ares,
com o sopro da benevolência.

Fernandinha,
Lisboa, 10 de Junho de 2008

12 comments:

Gwindin said...

Que lindo Fernanda ^^

Fiquei emocianada ao ler... pena não poder partilhar deste conforto... me sinto como a semente de dente-de-leão, voando ao sabor do vento, a espera de um solo fértil.

Beijinhos e linda semana pra ti!
Gwindin

poetaeusou . . . said...

*
benevolencia,
e . . .
logo compreensão,
,
conchinhas,
,
*

xistosa - (josé torres) said...

Também não nos podemos deixar enlevar pelo balanço do mar ...
A vida, é trigo e joio que vivem em comum. até certa altura ...

mundo azul said...

Que palavras felizes!!! Gostei muito do que você escreveu...
Beijos de luz e muita alegria no coração!!!

gaivota said...

pequenas grandes coisas confortáveis e valiosas..
beijinhos

Ju said...

é... o conforto do amor é sempre o melhor que há!
beijos, querida! adoro todos teus blogs!!!
:)

poetaeusou . . . said...

*
por onde andas . . . ???
,
conchinhas,
,
*

mundo azul said...

Passei para deixar um beijo...

Rui Caetano said...

um bom fim de semana

Rui Caetano said...

Bom fim de semana

Arco-íris said...

O conforto pode terminar qd menos esperamos...
mas é tão bom o sentir...
beijinhos

Rose said...

Fernanda...


que maravilha... o que vc afirma é fruto de viver num mundo de completa paz e não há nada melhor que isso... o amor sem paz não sobrevive...

beijos