Sunday, September 09, 2007

LÁGRIMAS DO RIO

Lágrimas do rio magoado,
num corpo cansado,
cansado da dor.
Lágrimas de sangue.
do sangue do seu coração!

Rio grande e largo
lava essas mágoas
do pesado fardo.
Leva-as contigo,
rio abaixo...
Sedimenta-as no lodo
mas, aproveita e purifica
as que amadurecem
o Homem que fica!
Reflete a casa, o arbusto
daquela alma,
no teu espelho corrente
e mostralhes utilidades.
Não destruas
a barragem humana
com o raiva
das tuas lágrimas.
Alimenta-as, antes,
e faz jorrar
todas as fontes vivas.
Cobre de verde esperança
as margens da tua vida.
Deixa subir
a montanha que te sucede
para que, chegado ao cume,
possa apreciar o rio,
o rio maravilhoso da vida.


Fernanda

3 comments:

EXCITAÇÕES said...

Mulher Valente! Como consegues "tanta" Fernanda?

Parabéns! Gostei de te ler.

beijinhos excitantes

O Profeta said...

...E é maravilhoso o rio da vida, assim como a ilha onde nasceste que fica pertinho da minha...


Doce beijo

Fátima said...

Fernandinha,

Que bem que me soube ler este poema, maravilhoso..

:-) beijinhos