Sunday, August 05, 2007

SILÊNCIO

Quantas vezes nos encanta,
um momento que se forma
no silêncio das palavras
que não dizes,
ao abraço que não negas,
mesmo quando no meu canto
com carinho eu espero-te.

No meu leito que silêncio
da tua ausência
também cala a voz
aqui dentro do meu peito.


Fernanda

4 comments:

poetaeusou said...

*
o silencio me encanta
e a voz calada
em mim presenciada
de palavras momentos
abraços sentimentos
de ausencias que cantam
*
jinos
*

Fernanda e Poemas said...

Obrigada Poeta, pela tua visita e palavras sentidas.

Bjs

Fernandinha

joão jacinto & poemas said...

No silêncio não se esconde a desculpa.
Obriga-se à reflexão.
Com a palavra aplica-se a técnica e foge-se pelo silêncio.


joão jacinto

Fernanda,
adorei este teu poema!

Bjs à poeta, do amigo,

jj

Vieira Calado said...

Quanta verdade no "o silêncio das palavras (...) não ditas"
Beijinhos.