Friday, July 07, 2006

NOSTALGIA

A ti meu coração entreguei,
a ti minha alma duei,
meu corpo sem vida ficou,
Á deriva sem rumo murchou.
A vida sem ti, não tem sentido,
a vida sem ti,não tem pecado,
triste sina de quem ama,
quando sente não ser amado.
Ao longe, as ondas do mar,
aos meus ouvidos vem duar;
a música celestial do amor
e a desventura da dor.
Mar,meu doce mar!
que a ti me vou confortar,
nas tuas ondas, meu corpo e alma purificar,
meus sentimentos renovar,
para de novo poder amar,
e em paz meu coração, poder repousar.
Fany, 07/07/2006

No comments: